Catarata: o único tratamento é a cirurgia

A idade é a causa mais comum

A catarata é uma opacidade que se forma no cristalino, a lente natural do olho, e é causada por uma alteração da proteína que compõe o cristalino. A idade é a causa mais comum, mas a catarata também pode estar relacionada com a longa exposição à luz ultravioleta, à radiação, ao pós-trauma, aos pós-efeitos do diabetes ou ainda ser congênita.

 

Sintomas

Como os raios luminosos não conseguem atingir plenamente a retina onde se situam os receptores fotossensíveis, o portador de catarata tem dificuldade para enxergar com nitidez.

No início da lesão, a pessoa vê como se estivesse com a lente dos óculos embaçada ou com uma névoa diante dos olhos. Com a evolução do quadro, porém, passa a enxergar apenas vultos.

 

Diagnóstico

O diagnóstico de catarata é feito pelo oftalmologista. Valendo-se de um exame minucioso, ele verificará se o cristalino possui alguma lesão (aparência de véu esbranquiçado nos olhos).

 

Tratamento

O único tratamento para catarata é o cirúrgico. Simples, rápida e feita sob anestesia local – é substituir o cristalino danificado por uma lente artificial que recuperará a função perdida.

O cristalino pode ser retirado inteiro ou por facoemulsificação (um aparelho tritura e aspira o cristalino), que tem a vantagem de exigir corte menor e menos suturas. A cirurgia da catarata exige cuidados pós-operatórios como qualquer outra intervenção cirúrgica.

No IMOF as cirurgias são realizadas por profissionais com  experiência na especialidade proporcionando tratamento seguro.

Mas não fique preocupado, pois a cirurgia de catarata é muito tranquila e com grande índice de sucesso.

Visit Us On FacebookVisit Us On Instagram